O Grupo

O Plano Estratégico Renault 2016

Drive the Change

Renault 2016 -Drive the Change é um plano estratégico concebido para 6 anos com uma reavaliação a meio do período, no final do 2013. Os seus principais objetivos são o crescimento dos volumes de negócios do grupo e a criação sustentável de free cash flow. O Grupo Renault apoia o seu plano em sete alavancas principais para atingir estes objetivos:

- continuação da sua política de inovação,

- renovação e reforço da oferta produto,

- reforço da imagem da marca Renault,

- excelência da rede na relação cliente,

- controlo das despesas com R&D e do investimento,

- redução de custos,

- manutenção da sua posição na Europa e crescimento a nível internacional.

 

> VER UM EXCERTO DO FILME DA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA DE 10/02/2011 EM RENAULT.COM

A Renault e as suas Marcas

Renault

Lançada em 1898 pelos irmãos Renault, a Renault é a marca histórica e fundadora do Grupo. Atualmente, representa mais de 80% das vendas totais do Grupo, com uma forte presença internacional. A sua sede social histórica situa-se em Boulogne-Billancourt e o seu centro de engenharia e de R&D, o Technocentre, em Guyancourt. Desde os "veículos ao ritmo da vida" até aos veículos elétricos para todos, passando pela invenção do turbo ou ainda pelo conceito do monovolume, a Renault tem estado sempre na vanguarda da inovação automóvel.



Dacia

Em 1999, a Renault adquire a Dacia, principal construtor automóvel romeno, e moderniza as suas instalações. Os valores da Dacia assentam na simplicidade, na modernidade e na robustez aliadas a uma inédita relação preço/desempenho. Em 2012, a Dacia investe em novos segmentos automóveis, alargando a sua gama aos monovolumes, com o Lodgy, e aos veículos comerciais ligeiros com o Dokker e o Dokker Van.



Renault Samsung Motors

Em 2000, a Renault adquire o ramo automóvel do grupo Samsung e torna-se, com a Renault Samsung Motors, o 1.º construtor europeu a implantar-se no mercado sul coreano. Em 2012, a Aliança Renault-Nissan investe 160 milhões de dólares na Coreia para acelerar o crescimento da Renault Samsung Motors.

 

> SABER MAIS SOBRE AS MARCAS DO GRUPO EM RENAULT.COM

Parcerias & Colaborações

Colaboração com Dailmer AG

Em 7 de abril de 2010, a Aliança Renault-Nissan e a Daimler AG anunciam uma colaboração estratégica alargada. O sucessor do atual Smart fortwo, um novo modelo Smart com quatro lugares, e o futuro Renault Twingo serão, assim, fabricados a partir de uma arquitetura desenvolvida em conjunto. 



Parceria AvtoVAZ

AvtoVAZ é o principal construtor automóvel russo e detém uma quota de mercado local de 23 %. Em fevereiro de 2008, a AvtoVAZ e a Renault assinam uma parceria estratégia que visa acelerar o crescimento da AvtoVAZ, reforçar a sua imagem de marca, criar valor e garantir o crescimento do grupo Renault no mercado russo.

Aliança Renault-Nissan

Concluída em março de 1999, a Aliança Renault-Nissan é a primeira parceria industrial e comercial deste tipo, celebrada entre uma empresa francesa e uma empresa japonesa. Hoje é um verdadeiro sucesso, dado que a Aliança é o terceiro produtor automóvel mundial (vendas de 2011). Renault e Nissan estão unidas pelo objetivo da excelência de desempenho, através da partilha das melhores práticas. Os dois grupos criaram uma joint venture, dirigida por um diretor executivo responsável pela estratégia comum e pelas colaborações. Estas colaborações são permanentemente reforçadas em todos os domínios, desde a produção à comercialização. A Aliança criou, nomeadamente, uma empresa de compras comum, a RNPO (Renault Nissan Purchasing Organization), que é responsável por 92% das compras dos dois grupos.  

 

> DESCOBRIR O BLOG DA ALIANÇA

Renault no Âmbito Internacional

Desde 1966 que múltiplos acordos e colaborações são celebrados e assinados nos domínios industrial, técnico e comercial.



Renault no Brasil

Complexo industrial ultramoderno, centro de design, modelos de sucesso... No mercado brasileiro em forte crescimento, a Renault regista um aumento contínuo das vendas, sendo o 5.º construtor do país. O Brasil é o 2.º mercado do Grupo.



Renault na Índia

Com um crescimento anual de 20% nestes últimos anos, o mercado automóvel indiano é um dos mais dinâmicos do mundo. Na Índia, a Renault equipou-se com uma ferramenta industrial, a fábrica Renault-Nissan de Chennai, uma rede comercial dedicada, um centro de logística e um centro de engenharia comuns à Aliança, e ainda um centro de design em Mumbai.



Renault na Rússia

Presente na Rússia desde o início do século XX, a Renault desenvolveu a comercialização dos seus veículos neste país com a criação da empresa Avtoframos, em 1998. Em 2008, a Renault assina uma parceria estratégia com a AvtoVAZ. Objetivo: acompanhar o fortíssimo crescimento do mercado automóvel no país, que tende a consolidar a sua posição como o 1.º mercado da Europa. No início de 2012, a Aliança Renault-Nissan inaugura uma nova linha de produção na fábrica de Togliatti, a maior fábrica automóvel do mundo.

Produção Mundial

Em 2011, a Renault lança-se na corrida ao veículo elétrico produzindo o Fluence Z.E., o Kangoo Z.E. e o Twizy.

 

  Categoria     2011  
  Veículos de Passageiros     2,458,869  
  Comerciais Ligeiros     340,721  
  Total     2,799,590  



Vendas Mundiais

Em 2011, as vendas mundiais do grupo atingiram 2,72 milhões de unidades. A quota de mercado mundial do grupo atinge os 3,6%.

 

  Categoria     2011  
  Veículos de Passageiros     2,359,314  
  Comerciais Ligeiros     362,748  
  Total     2,722,062  

 

 

  Marcas     2011  
  Renault     2,260,694  
  Dacia     343,233  
  Renault Samsung Motors     118,135  
  Total     2,722,062  



Finanças

Em 2011, o volume de negócios do grupo atingiu os 42 628 milhões de euros. A margem operacional do grupo Renault é de 1091 milhões de euros, o que representa 2,6% do volume de negócios.

 

Resultados Financeiros 2011 (em milhões de euros)


  Receita     Margem de Operação  
  42,628     1,091