Renault Tech

a CONCESSIONÁRIOS RENAULT

Equipas e Conhecimentos Técnicos:

Nesta entrevista, Laurent Delannay, diretor do estabelecimento de Heudebouville, explica como trabalham as suas equipas para que os objetivos predefinidos sejam atingidos e tornar a mobilidade cada vez mais fácil.

 

Bom dia, como é organizado o trabalho dentro das equipas Renault Tech (engenharia, desenvolvimento e produção)?

LD: A primeira etapa consiste em conceber as transformações a levar a cabo nos veículos. Há uma dezena de técnicos da engenharia dedicada a esta fase.
Depois, são realizados os planos e, em seguida, definidos os métodos de fabrico de modo a que estas modificações possam ser industrializadas. Uma vez realizados todos estes estudos, passamos à fase de homologação das adaptações para que estejam em conformidade com a legislação. O fabrico é realizado por operadores especializados, que garantem a qualidade das nossas adaptações e o respeito pelos prazos. Esta produção de veículos para pessoas com mobilidade reduzida é assegurada por 15 a 20 pessoas; cerca de 5 veículos por dia saem das cadeias de montagem.

 

Como antecipa as expectativas dos seus clientes?

LD: É dada uma atenção muito especial à seleção dos materiais, conferindo assim à adaptação o aspeto qualitativo procurado pelos nossos clientes.
Já há muitos anos que criámos e construímos uma relação estreita e fiel com os nossos clientes. O conhecimento que temos deles passa também por dias de avaliação e/ou inquéritos de satisfação, através dos quais os nossos clientes particulares, as associações ou até mesmo os ergoterapeutas dão as suas opiniões sobre os nossos veículos. Ir ao encontro dos particulares e dos profissionais é igualmente essencial e é por essa razão que estamos presentes em numerosos salões de exposição.

 

A engenharia RENAULT TECH trabalha com as equipas da Renault?

LD: Dispomos de informações técnicas relativas aos veículos que ainda estão em fase de desenvolvimento na Renault, o que nos permite antecipar estudos e propor a versão Utilizador de Cadeira de Rodas logo que o veículo é lançado comercialmente.
Podemos também beneficiar do suporte e dos conhecimentos técnicos da engenharia Renault.

 

Existe alguma direção de qualidade específica à Renault Tech?

LD: A função Qualidade intervém desde a conceção do veículo até ao controlo final. Isto permite às equipas verificar, em cada etapa, se os padrões de Qualidade são bem aplicados. 100% dos veículos adaptados produzidos em Heudebouville são controlados de acordo com as normas da aliança Renault/Nissan. Para melhorar a qualidade apercebida, as prestações, a fiabilidade. A função Qualidade tem em consideração as observações e as informações dos clientes.

 

Como são testados os veículos na Renault Tech?

LD: Os veículos Renault Tech de última geração beneficiam de uma homologação europeia que garante o respeito pela legislação relativa à segurança dos passageiros. Para que isto seja possível, a resistência dos sistemas de fixação das cadeiras de rodas é objeto de testes específicos, com o mesmo nível de exigência definido para os cintos de segurança dos veículos.

 

Renault TECH significa:

250 colaboradores
90 000 veículos adaptados em 2010

a CONCESSIONÁRIOS RENAULT

Visão e Valores

« Conduza a mudança » :

Estas 3 palavras exprimem bem a vontade da Renault em ser pioneira em matéria de mobilidade sustentável. Com mais de 110 anos de experiência, esforçamo-nos por lhe oferecer produtos e serviços de qualidade sempre mais inovadores. Sentimos que é nosso dever integrar as preocupações das sociedades nas nossas ações e criações, de modo a inventar o automóvel que serve realmente o amanhã. É a nós que compete adaptar-nos às mudanças e não o inverso…

 

A nossa estratégia articula-se em torno de 4 eixos :

> Agir para que todos tenham acesso à mobilidade sustentável
> A inovação e a proximidade com os nossos clientes
> Sensibilizar, informar e partilhar com as partes envolvidas
> Melhorar constantemente a nossa ação em busca da qualidade

 

 « Nenhuma grande empresa poderá concentrar-se exclusivamente no seu desempenho económico sem se preocupar com o que se passa ao seu redor. É nossa responsabilidade assumir um papel na vida social e da sociedade dos países onde estamos implantados. A nossa responsabilidade social vê-se na variedade de ações desenvolvidas em benefício da sociedade, da educação, da  diversidade e do ambiente»

Carlos Ghosn, Presidente Diretor-Geral da Renault