DESCUBRA A RENAULTINOVAÇÃO / VANGUARDA

PRÉ-TENSORES DE CINTO: UMA SEGURANÇA AINDA MAIS REFORÇADA

 

Parte integrante do Sistema Renault de Protecção de 3ª geração, os pré-tensores diminuem os riscos de lesões torácicas, bem como os de escorregamento do banco. De facto, aquando de um choque, o tórax é fortemente pressionado pelo cinto de segurança. Daí que, por vezes, ao invés de proteger o ocupante, o cinto de segurança se possa tornar um elemento agressivo.

Além disso, os pré-tensores corrigem a folga inerente aos cintos, para manter e prender o ocupante ao banco no momento do impacto. Desta forma, evitam que os seus membros inferiores sejam projectados para a frente e toquem no painel de bordo.

 

Pré-tensores em todos os modelos

 

Os pré-tensores estão ligados a um calculador que avalia a resposta global do sistema à intensidade do choque, segundo três níveis de violência, medidos nomeadamente a partir de sinais de variação de velocidade. O dispositivo compreende um calculador de impacto (ligado aos airbags) e caixas pirotécnicas, responsáveis pela activação dos cintos de segurança, reduzindo a folga das correias dos cintos.

 

Ao suprimir a folga do cinto de segurança, o corpo é mantido o mais próximo possível do banco.

Mesmo em caso de choque violento, bastam ao calculador de choque alguns milésimos de segundo para analisar a potência do impacto e accionar, em tempo real, um verdadeiro programa de protecção específico a cada situação.

 

Assim, os veículos Scénic II, Espace e Mégane II estão equipados com o Sistema Renault de Protecção de 3ª geração constituído, nomeadamente, por airbags adaptativos de dois volumes, cintos de segurança adaptativos com duplo limitador de esforço e um duplo pré-tensor nos dois lugares dianteiros.

 

A Renault põe à disposição dos seus clientes elementos de segurança cada vez mais eficazes. Para que possa beneficiar destas tecnologias, não se esqueça de utilizar o seu cinto de segurança tanto na cidade como na estrada.